quarta-feira, 1 de abril de 2015

Chinelada na barata



Estou vendo você kkkkkkk!

Quero ver matar com o chinelo agora!


Por que a gente tem medo de barata?

Simples: as malditas habitam os lugares onde jogamos tudo o que não presta para nós

por Renata Magnenti


É preconceito. O habitat de animais influencia no julgamento do ser humano, e, como as baratas vivem em locais como esgotos, ralos e lixos, onde se alimentam de detritos, elas não poderiam deixar de ser odiadas. Cupim e besouro, por exemplo, são insetos como esta criatura repugnante ao lado. Mas não temos medo deles. E ainda tem os fofinhos. "Algumas espécies de borboletas têm cores similares às das baratas, porém moram em árvores e em flores. Logo, nós as consideramos ‘graciosas’", diz José Albertino Rafael, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Vale a mesma coisa para os ratos de esgoto e os hamsters. São roedores, mas um é odiado e o outro é bicho de estimação. 

A psicologia dá outras explicações. Quando a memória registra um episódio ruim na infância, você não vai necessariamente se lembrar dele na fase adulta, mas um medo irracional pode permanecer. Esse pavor também pode vir de outros - por exemplo, de sua mãe subindo no sofá, gritando para o homem da casa se livrar do bichano. 

Baratas 
...Vivem 5 meses 

...São divididas em 4 mil espécies espalhadas pelo mundo. 

...Botam ovos 8 vezes na vida, com 40 filhotes por vez 

...Aguentam uma semana sem cabeça ou sem beber e até um mês sem comer 

...Têm 300 milhões de anos 

200 mil anos - Surgimento do Homo sapiens 

60 milhões de anos - Primeiros primatas 

65 milhões de anos - Meteoro que eliminou os dinossauros

Por que as baratas podem sobreviver a uma guerra nuclear?






Elas podem sobreviver a uma guerra nuclear em termos. "Para que isso ocorra, será necessário que esses insetos estejam distantes do centro de ação da bomba e, portanto, expostos a menor grau de radioatividade. Do contrário, em virtude do calor gerado pela explosão, não seria possível sua sobrevivência", afirma a bióloga Celuta Paganelli, diretora da Enbio - Ensaios Biológicos, empresa de consultoria e controle de pragas de São José dos Campos (SP). As baratas possuem algumas características morfológicas que as tornam mais resistentes que a maioria dos animais. O tamanho reduzido e o corpo achatado permitem que elas se escondam em pequenas frestas, protegendo-se da radiação da bomba.
Outra vantagem das baratas é a alimentação diversificada, inclusive ingerindo fezes e cadáveres de outros exemplares da mesma espécie. Isso sem falar que elas têm alto potencial reprodutivo. Além de resistentes, esses insetos têm uma longa história, pois sua origem remonta há cerca de 320 milhões de anos. Existem aproximadamente 4 mil espécies desse animal no mundo, sendo que uma das mais conhecidas é a barata-de-esgoto (Periplaneta americana).
Fonte www.mundoestranho.abril.com.br

Um dos insetos mais temidos pela população é a famosa e indesejável barata

Quem tem medo dela kkkkkkkk
Um dos insetos mais temidos pela população é a famosa e indesejável barata. Esse sentimento de repulsa por ela é claramente justificado pelo fato de algumas habitarem ambientes sujos como lixões e esgotos e que, portanto, podem facilmente ameaçar a saúde pública.
Existem aproximadamente 4.000 espécies de baratas, das quais 1.200 estão presentes na região neotropical (Sul dos Estados Unidos, México, América Central e América do Sul).
Porém, é importante mencionar que do total de espécies de baratas existentes, somente 25 a 30 são sinantrópicas (adaptadas ao ambiente urbano). E ainda, apenas 0,1% também do total de espécies, tem caráter de peste, vetores mecânicos de patógenos. O restante são membros da fauna e muitas dessas possuem modos de vida limpos.

Fonte: www.sampexpragas.com.br